>

Keblinger

Keblinger

Boa noite Pai

| 31 maio 2011

Termina o dia, e a ti entrego o meu cansaço.


Obrigado por tudo e... perdão.
Obrigado pela esperança que hoje animou os meus passos, pela alegria que vi no rosto das crianças.
Obrigado pelo exemplo que recebi dos outros.
Obrigado, também, pelo que me fez sofrer...
Obrigado, porque naquele momento de desânimo lembrei-me que tu és meu Pai.
Obrigado pela luz, pela noite, pela brisa, pela comida, pelo meu desejo de superação.
Obrigado, Pai, porque me deste uma Mãe, compreensiva e carinhosa.
Perdão, também senhor.
Perdão por meu rosto carrancudo.
Perdão porque esqueci-me de que não sou filho único, mas irmão de muitos.
Perdão, Pai, pela falta de colaboração, pela ausência do espírito de servir.
Perdão porque não evitei aquela lágrima, aquele desgosto.
perdão por ter aprisionado em mim tua mensagem de amor.
perdão porque não estive disposto a dizer "sim", como Maria.
Perdão por aquele que deveriam pedir-te perdão e não se decidem a fazê-lo.
Perdoa-me, Pai, e abençoa meus propósitos para o dia de amanhã.
Que ao despertar me domine um novo entusiasmo.
Que o dia de amanhã seja um contínuo "sim", numa vida consciente.


Boa noite, Pai.
Até amanhã!



0 comentários:

Enviar um comentário

 

Copyright © 2011 - 2018 Catequese de Rendufinho