>

Keblinger

Keblinger

Devoção dos Cinco Primeiros Sábados

| 04 janeiro 2018

Ainda no rescaldo da grande celebração que foi o Centenário das Aparições de Nossa Senhora aos Pastorinhos, precisamos assumir de uma vez ser discípulo de Maria, como foram Francisco, Jacinta e Lúcia. Precisamos assumir e realizar o que Nossa Senhora pediu em Fátima.

A prática dos Cinco Primeiros Sábados é um ato de reparação ao Coração Imaculado de Maria. Esta devoção nasceu a pedido do Menino Jesus e de Nossa Senhora de Fátima à Irmã Lúcia, e tem como finalidade reparar o Imaculado Coração de Maria e oferecer, como promessa a quem a praticar, alcançar o Céu.
No primeiro sábado de cada mês devemos rezar o Terço e fazer 15 minutos de companhia a Nossa Senhora, meditando os 15 mistérios do Rosário.
Para completar esses atos reparadores, são necessárias a confissão e a comunhão. Na impossibilidade de confessar-se no primeiro sábado, a confissão poderá ser feita oito dias antes ou oito dias depois do primeiro sábado.
Todas essas práticas devem ser realizadas com a intenção de reparar o Imaculado Coração de Maria.

Segue um trecho do livro das Memórias da irmã Lúcia, que narra a origem da espiritualidade dos cinco primeiros sábados.
Dia 10/12/1925, apareceu-lhe a Santíssima Virgem e, ao lado, suspenso em uma nuvem luminosa, um Menino. A Virgem, pondo-lhe no ombro a mão e mostrando, ao mesmo tempo, um coração que tinha na outra mão, cercado de espinhos. Ao mesmo tempo, disse o Menino: - “Tem pena do Coração de tua Santíssima Mãe, que está coberto de espinhos que os homens ingratos a todos os momentos Lhe cravam sem haver quem faça um ato de reparação para os tirar”.Em seguida, disse a Santíssima Virgem: - “Olha, minha filha, o Meu Coração cercado de espinhos que os homens ingratos a todos os momentos Me cravam, com blasfémias e ingratidões! Tu, ao menos, vê de Me consolar e diz a todos aqueles que, durante cinco meses, ao primeiro sábado, se confessarem, receberem a Sagrada Comunhão, rezarem um Terço e Me fizerem 15 minutos de companhia,meditando nos 15 mistérios do Rosário, com o fim de Me desagravar, Eu prometo assistir-lhes, na hora da morte, com todas as graças necessárias para a salvação dessas almas.” (Memórias da Ir. Lúcia, pág. 192)
Já nas aparições de 1917, em Fátima, Nossa Senhora disse aos Pastorinhos Lúcia, Jacinta e Francisco que Deus queria estabelecer no mundo a devoção ao seu Imaculado Coração. 
- “Vistes o inferno, para onde vão as almas dos pobres pecadores; para as salvar, Deus quer estabelecer no mundo a devoção a Meu Imaculado Coração. Se fizerem o que Eu vos disser, salvar-se-ão muitas almas e terão paz.” (aparição de 13 de Julho de 1917).

Nesta mesma aparição, Nossa Senhora pediu reparação: 
- “Sacrificai-vos pelos pecadores e dizei muitas vezes, em especial sempre que fizerdes algum sacrifício: ‘Ó Jesus, é por Vosso amor, pela conversão dos pecadores e em reparação pelos pecados cometidos contra o Imaculado Coração de Maria.’” (Memórias da Ir. Lúcia; pág. 176 e 177)




0 comentários:

Enviar um comentário

 

Copyright © 2011 - 2018 Catequese de Rendufinho